Comece uma conversa

Olá! Selecione seu um contato.

icone_fechar icone_whatsapp

Notícias

Minerais para bovinos de corte

AUTOR: José Carlos - Analista Técnico Comercial na Macal Soluções em Nutrição

27 JAN 2021

sem-t-tulo-2270121.png

Quando falamos em exigência de minerais para bovinos, precisamos primeiramente considerar a composição das forrageiras tropicais, visando entender o balanço entre exigência x fornecimento via pasto, que dependendo da época do ano pode atender ou não a necessidade produtiva do animal. 

Considerando a média das forrageiras encontradas em nossos sistemas produtivos,  normalmente observa-se um déficit de diversos minerais. Segundo Souza (1978) os nutrientes mais deficientes são: fósforo, sódio, zinco, cobre, iodo e em algumas áreas cobalto e selênio.  Abaixo um breve resumo sobre as principais funções dos minerais essenciais:

MACRO

FUNÇÃO

MICRO 

FUNÇÃO

Cálcio

Formação de ossos e dentes, atividade muscular e nervosa

Cobre

Formação da hemoglobina e metabolismo nos tecidos

Enxofre

Funções metabólicas e formação de aminoácidos no rúmen

Cromo

Resposta imune e fator de tolerância à glicose

Fósforo

Reprodução e formação de ossos e dentes

Iodo

Produção de hormônios da tireoide e metabolismo energético

Magnésio

Crescimento e funções metabólicas

Manganês

Formação de enzimas envolvidas no processo reprodutivo

Potássio

Funções metabólicas

Selênio

Antioxidante, presente na enzima glutationa peroxidase

Cobalto

Componente da vitamina B12 e metabolismo de propionato

Zinco

Atividade enzimática e resposta imune

 

A inter-relação dos minerais é alta devido ao amplo número de funções que desempenham, assim prever de forma específica qual mineral está em deficiência fica difícil. Logo, alguns sinais genéricos podem ajudar na identificação de uma possível deficiência: 

  • Apetite depravado (animais comem terra, roem ossos, casca de árvores)
  • Anomalia nos ossos (ossos longos com extremidades dilatadas e podem ficar porosos e quebradiços)
  • Anomalia na pele (despigmentação e perda de pêlo, como descamação)
  • Baixo crescimento (animais jovens tem crescimento lento, baixo ganho de peso)
  • Baixa fertilidade (vacas têm menor presença de cio ou ausência, retenção de placenta, consequentemente baixa produção de bezerros)
  • Baixa imunidade (animais com deficiência de minerais ficam suscetíveis a doenças e parasitas)

Pensando nisso, suprir as exigências dos animais via suplemento é fundamental, uma vez que esses nutrientes são responsáveis por auxiliar na realização de diversas funções metabólicas essenciais, de extrema importância na construção de bons desempenhos produtivos. Solicite um planejamento nutricional para seu rebanho através dos nossos consultores e entenda qual suplemento se encaixa melhor em seu sistema de produção.

 

Confira também